Zona de Convergência Intertropical (ZCIT)

Zona de Convergência Intertropical

É a linha que divide os ventos alíseos de nordeste e sudeste. Geralmente é uma região que apresenta bastante nebulosidade e precipitação.

A radiação incidente do Sol é maior no Equador do que nos Polos. Logo, as temperaturas geralmente são mais elevadas em latitudes mais baixas, o que faz com que a pressão seja mais baixa. Nos Polos, por outro lado, as temperaturas são menores, e consequentemente a pressão é mais alta. Como o vento se move das regiões de alta pressão para as de baixa pressão, esta diferença forma uma circulação próxima da superfície no sentido Polo-Equador.

A Terra é aproximadamente uma esfera, portanto esse tipo de circulação ocorre simetricamente nos dois Hemisférios, ou seja, do Polo Sul ao Equador e do Polo Norte ao Equador. Sendo assim, existe uma região em que esses ventos, chamados de alíseos, se encontram (convergem) e ascendem na atmosfera. Essa região que circula todo o globo como um cinturão é chamada de Zona de Convergência Intertropical (ZCIT).

Devido a rotação da Terra, o eixo de inclinação e diversos outros fatores, a ZCIT não se localiza exatamente sobre o Equador. A posição dela varia conforme o ano, inclinando-se em direção à região de maior incidência solar.

O movimento vertical resultante da convergência dos ventos na ZCIT é responsável pela formação de nuvens nesse cinturão. Isso geralmente traz chuva para as regiões mais próximas do Equador que estão sobre a influência desse sistema.


Autor: Rafael Cesario de Abreu
Fonte: American Meteorological Society, cited 2014: Intertropical Convergence Zone. Glossary of Meteorology. [Available online at http://glossary.ametsoc.org/wiki/Intertropical_convergence_zone];

Marcações: