Meteorologista

Meteorologista

Só é considerado um meteorologista profissional aquele que completou uma faculdade em meteorologia ou ciências atmosféricas, onde se estuda principalmente o comportamento da atmosfera, além de outras bases necessárias como matemática, física e química.

A maioria das pessoas associa o termo “meteorologista” ao homem ou mulher que apresenta a previsão do tempo na televisão ou no rádio. Mas, embora alguns destes apresentadores sejam de fato meteorologistas, outros não são. Cientistas que fazem pesquisa atmosférica investigam as mudanças climáticas, a maneira como os flocos de neve se formam, o impacto da poluição em padrões de temperatura e praticamente qualquer outro assunto relacionado à atmosfera.

Com o auxílio de supercomputadores, o trabalho de um meteorologista pesquisador envolve simular a atmosfera num meio digital e ver como ela se comporta. Geralmente, meteorologistas trabalham também em estreita colaboração com cientistas de outras áreas, como químicos, físicos, oceanógrafos, matemáticos e cientistas ambientais para determinar como a atmosfera interage com todo o ecossistema.

Dentro dessa área do conhecimento, há algumas vertentes, entre elas: a meteorologia física, por exemplo, onde há estudos sobre a maneira com que a energia radiante aquece a atmosfera; a meteorologia dinâmica, onde existem estudos sobre equações matemáticas que descrevem o fluxo de ar que permitem aprender mais sobre correntes de jato; a meteorologia operacional, onde as previsões do tempo são elaboradas, com ajuda de análises das informações sobre os níveis mais altos da atmosfera; a climatologia, ou ciência do clima, onde se busca compreender, entre outras coisas, a relação entre a atmosfera e o oceano para descobrir que tipo de influência a interação entre os dois sistemas pode gerar no planeta daqui a alguns anos; etc.

Além destes exemplos, a meteorologia também dispõe uma variedade de serviços não somente para o público em geral, na forma de previsões do tempo, como também para urbanistas, empreiteiros, fazendeiros, e grandes corporações, como levantamento e análise de dados. Profissionais que trabalham para firmas privadas criam as previsões, mapas e gráficos que podem ser vistos em jornais, na televisão e na internet.

De fato existem muitas áreas de atuação que caem sobre o título de “meteorologia”, mas todas elas contribuem de maneira direta ou indireta para a ampliação do nosso conhecimento sobre o planeta Terra e para a melhoria das condições de vida para a população em geral.

Curiosidade: Metade dos aproximadamente 9.000 meteorologistas e cientistas atmosféricos dos Estados Unidos trabalha com previsão do tempo para o National Weather Service, para os militares ou para redes de televisão e rádio. A outra metade trabalha principalmente com pesquisa, leciona cursos de ciências atmosféricas nas universidades ou faz trabalhos de consultoria em meteorologia.


Autor: Matheus Manente
Fonte: Ahrens, C. D. Meteorology Today: An Introduction to Weather, Climate, and the Environment. Brooks/Cole Cengage Learning, Belmont, CA, 2009.

Marcações: