Cumulus

Cumulus

Nuvens pequenas e destacadas, com formato de couve-flor, que se formam em baixas altitudes da atmosfera.

As cumulus (abreviação Cu) podem se formar em altitudes de 1 km e apresentar uma grande variedade de formatos. Geralmente se parecem com um algodão com linhas bem definidas e base reta. Quando iluminadas pelo sol, o topo destas nuvens frequentemente apresenta uma coloração branca e brilhante, embora a base seja relativamente mais escura.

A parte superior de uma cumulus denota o limite de uma corrente de ar ascendente e geralmente não é muito alta. As nuvens menores são chamadas de cumulus humilis e estão comumente associadas à condições de tempo aberto, sendo popularmente batizadas como “cumulus de bom tempo”. Estas nuvens podem se desenvolver e atingir larguras e alturas maiores, com o nome de cumulus mediocris. Quando seu desenvolvimento vertical é mais elevado ainda, podem se tornar cumulus congestus e causar chuva forte.

Geralmente, as nuvens cumulus se formam de maneira individual, mas ocasionalmente várias nuvens podem crescer e se fundir, formando uma linha ou parede de cumulus. Nuvens cumulus congestus que continuam a se desenvolver verticalmente podem eventualmente atingir o limite da troposfera e se tornar nuvens cumulonimbus, causando tempestades severas.

Curiosidade: Nuvens cumulus pequenas podem ser facilmente confundidas com nuvens stratocumulus. Uma maneira de diferenciá-las é observando que cumulus geralmente se formam individualmente, enquanto stratocumulus se formam em grupos de nuvens próximas uma da outra. Além disso, cumulus costumam possuir um topo arredondado, enquanto stratocumulus possuem um topo frequentemente plano.


Autor: Matheus Manente
Fonte: Ahrens, C. D. Meteorology Today: An Introduction to Weather, Climate, and the Environment. Brooks/Cole Cengage Learning, Belmont, CA, 2009; Met Office, cited 2015: Cumulus. Cloud Spotting Guide [Available online at http://www.metoffice.gov.uk/learning/clouds/cloud-spotting-guide.];

Marcações: