Brisa Marítima e Terrestre

Brisa marítima e terrestre

É uma circulação atmosférica causada pela capacidade de aquecimento diferente entre o continente e o mar. Durante o dia o vento sopra do oceano para o continente causando a “brisa marítima” e durante a noite essa circulação se inverte, do continente para o oceano, causando a “brisa terrestre”.

Durante o passar do dia, o sol aquece mais o continente do que o oceano, formando diferentes temperaturas sobre essas duas superfícies. No ar próximo ao solo, devido à maior temperatura e consequentemente a maior agitação das moléculas, a pressão é menor. Já na região próxima à superfície do mar a pressão é maior. Como as moléculas tendem a se deslocar de regiões com maior pressão para regiões de menor pressão, vento se forma da direção do oceano para o continente.

Durante a noite ocorre o inverso. Assim como o oceano demora para esquentar, ele demora também para resfriar, ficando então mais quente que a superfície do continente. Isso gera um deslocamento de ar (vento) do continente para o oceano.

O fenômeno de brisa marítima é de grande importância pois traz umidade para uma grande região, podendo penetrar dezenas de quilômetros para dentro do continente e causar tempestades sob condições meteorológicas favoráveis.


Autor: Rafael Cesario de Abreu
Fonte: Ahrens, C. D. Meteorology Today: An Introduction to Weather, Climate, and the Environment. Brooks/Cole Cengage Learning, Belmont, CA, 2009.

Marcações: